sexta-feira, dezembro 14, 2007

Cornada "artistica"?

A sorte, ou falta dela, faz parte da vida das pessoas em geral e dos repórteres fotográficos também. Dizem que a sorte se procura, eu acho que ou está conosco ou não. Estar atento é uma coisa, a sorte é outra. Eu felizmente considero-me um tipo de sorte nestas coisas.

O Jesulin de Ubrique veio-se despedir dos aficionados portugueses. Eu andei o tempo todo a brincar, fotografando das bancadas, coisas arrastadas e "diferentes". Guardei os ultimos toiros para descer e fazer as fotos em condições. Na altura da cornada estava a fotografar com velocidades baixas... e fiz uma sequencia assim, como esta foto. Mas para azar dele e sorte minha, o toiro voltou a apanha-lo. Tive tempo de aumentar a velocidade e fotografar "certinho", para delírio dos jornais espanhois que até fizeram primeiras paginas. No final acho que foi pura sorte a minha, azar o dele! A vida é mesmo assim.
Elvas, 08 Dezembro de 2007. (Foto: Nuno Veiga)

1 comentário:

GUIDA disse...

"quem anda á chuva molha-se"
Parabéns para ti
Bjs